U1

U1 BOOK TRAILER

LEIA AQUI MESMO NO BLOG, E AGORA, AS PRIMEIRAS PÁGINAS DO LIVRO (U1) UNIVERSO 1:

BLOG DE RECIFE — PERNAMBUCO — BRASIL

BLOG DE RECIFE — PERNAMBUCO — BRASIL

Postagem em destaque

A HISTÓRIA DAS MÁQUINAS DE MOVIMENTO PERPÉTUO (LINKS INTERESSANTÍSSIMOS)

VARIAÇÃO DA RODA DESEQUILIBRADA GIF ENCONTRADO NO SITE: http://www.e-farsas.com/video-mostra-maquinas-que-nao-gastam-energia-mot...

domingo, 31 de julho de 2011

CURIOSIDADES: COMERCIAL SAUDOSO DA VODKA SMIRNOFF

GALERA, A RESPEITO DESTE BELO COMERCIAL E SAUDOSO: SEGUNDO O QUE EU ANDEI PESQUISANDO AQUI NA INTERNET, ESTE COMERCIAL FOI FEITO DOIS ANOS ANTES DO FILME "MATRIX" E PODE-SE TAMBÉM ENCONTRAR RELATOS ON LINE INFORMANDO QUE NESTE COMERCIAL, ALGUNS DOS EFEITOS DO FILME MATRIX JÁ PODIAM SER VISTO NESTA PROPAGANDA (ANTECIPOU OS EFEITOS DO FILME MATRIX).






sexta-feira, 29 de julho de 2011

BIOLOGIA: GELATINA COM VENENO


Por baixo dos magníficos véus coloridos, as medusas escondem 700 milhões de anos de história e milhares de arpões venenosos. Com eles matam mais gente que os tubarões.

Por baixo dos magníficos véus coloridos, as medusas escondem 700 milhões de anos de história e milhares de arpões venenosos. Com eles matam mais gente que os tubarões.
Por Thereza Venturoli
Elas não têm cérebro, coração, nem pulmões ou ossos. Parecem mais um punhado de gelatina, com longos cordões pendurados. Mas as medusas devem ser as campeãs de adaptação e resistência. Povoam os mares com o mesmo formato e metabolismo de seus ancestrais, surgidos no período Cambriano, há cerca de 700 milhões de anos.
Naquela época remota, apareciam por aqui os primeiros animais multicelulares. As medusas surgiram justamente no início da era de especialização, quando as células começaram a dividir seus papéis, explica a bióloga marinha Érika Schlenz, professora da Universidade de São Paulo (USP). Algumas células voltaram-se à digestão, outras, à reprodução ou à locomoção, organizando-se em órgãos e sistemas determinados.
O principal segredo do recorde de sobrevivência das medusas está ao longo de seus tentáculos: eles contêm minúsculos arpões carregados de veneno. A mesma artilharia pesada usada para caçar pequenos peixes e plânctons serve de defesa contra seus raros predadores: alguns peixes, baleias, caranguejos e tartarugas marinhas. Estas são imunes às ferroadas mortais devido à queratina a proteína que forma a carapaça desses animais e protege também sua boca e esôfago.
Algumas espécies mais evoluídas matam mais gente que os tubarões, que fazem cerca de cinco mortes por ano, no mundo todo. Parece pouco, mas comparando o aspecto ameaçador do famoso assassino dos mares com as aparentemente inofensivas medusas, o dado é de assustar.
A mesma simplicidade que intriga nas medusas faz delas um interessante e útil objeto de estudo para a ciência: por causa da pequena variedade de células, são cobaias ideais para se analisar o comportamento dos organismos em condições extraordinárias. Foi assim que 2 500 medusas acabaram se transformando em astronautas, em 1991.
Acomodadas em tanques com água marinha, elas deram um passeio de nove dias em órbita da Terra, a bordo do ônibus espacial americano Columbia. Os biólogos e médicos acreditam que, estudando os efeitos da falta de gravidade sobre os processos de reprodução, locomoção e desenvolvimento desses animais, estarão dando um grande passo na descoberta de respostas para questões fundamentais referentes à adaptação do homem à vida no espaço.
Em terra, especialistas em farmacologia marinha pesquisam as substâncias produzidas por essas criaturas. Alguns tipos, por exemplo, liberam uma fotoproteína que, quando entra em contato com o cálcio, as deixa luminosas, conta José Carlos Freitas, biólogo marinho da USP. Essa substância, chamada equorina, já é usada em pesquisas biomédicas, para se detectar o papel do cálcio em alguns processos fisiológicos, como a contração muscular.
Alheias aos interesses da pesquisa científica e livres das paredes dos tanques, na liberdade do mar, as medusas levam uma vida bem mais pacata. Essas verdadeiras bolhas d'água (95% de seu organismo é composto por nada além de água salgada) limitam-se a boiar ao sabor das correntes frias, à espera de um bom petisco que caia ao alcance de seus longos braços.
Com seu apetite, são capazes de engolir enormes quantidades de água e alimento. E, mesmo quando não agüentam mais comer, continuam matando, o que tem um efeito devastador sobre a vida marinha. Uma Aurélia, por exemplo, o tipo mais comum de medusa, medindo apenas 25 centímetros de diâmetro, pode abater até dez filhotes de salmão por hora.
Água-má, chora-vinagre, cansação ou mãe-d'água as medusas são conhecidas no mundo inteiro, com os mais diversos apelidos. Os biólogos já catalogaram cerca de 9 000 espécies, desde as mais simples, chamadas hidromedusas, até as cifomedusas, bem maiores e um pouco mais complexas. O tamanho pode variar de alguns centímetros a mais de 2 metros de diâmetro, com tentáculos de até 30 metros de comprimento.
Como tudo nelas, o sistema neurológico é surpreendentemente simples mas eficaz. Uma rede de neurônios cobre a camada externa do corpo gelatinoso. Apesar de não possuir órgãos, algumas cifomedusas, mais evoluídas, têm células que percebem a luz e um primitivo sistema de equilíbrio, que as mantêm na posição correta, quando levadas pelas correntes.
Para se locomover, as medusas contam com um anel de poderosos músculos, na borda do sino, ou seja, do corpo. A cada vez que esses músculos se contraem, expulsam a água do interior do sino, numa propulsão a jato. Com os músculos relaxados, o sino se abre novamente, dando estabilidade. Mas nem sempre elas têm força para lutar contra as correntes. Nesse caso, podem chegar às centenas ou aos milhares em qualquer praia.
O maior trabalho que uma medusa tem na vida é nascer. Os óvulos liberados pela fêmea são fertilizados pelo macho, no mar. Em algumas espécies, a mãe retém o embrião, como se estivesse grávida, até que o ovo se transforme em larva. A partir daí, a sobrevivência do filhote fica por sua própria conta.
Comem de tudo, têm raríssimos inimigos e gastam pouquíssima energia para se reproduzir as medusas têm tudo a favor para uma longa vida. É justamente por estar perfeitamente adaptadas a seu meio ambiente, que elas não precisaram evoluir quase nada ao longo de quase um milhão de anos e provavelmente não vão mudar, nos próximos milênios.
Para saber mais:
Maternidade no mar
(SUPER número 6, ano 4)
Os primeiros pescadores
(SUPER número 3, ano 6)

MATÉRIA COLETADA DO LINK: http://super.abril.com.br/superarquivo/1994/conteudo_114374.shtml


VÍDEO DO YOUTUBE NO LINK: http://www.youtube.com/watch?v=4hc16ejBkjM

terça-feira, 26 de julho de 2011

CURIOSIDADES: SOPA DE MORCEGOS (HUMMM GOTOOSOO! KKKKKK)

ARRRGHRRRRRRR!!! POW MEU, RSS.









Uma iguaria de vários países asiáticos como Vietnã, Camboja e algumas ilhas do pácifico, é o morcego.
Você faz sua escolha diretamente em uma gaiola cheia desses mamíferos voadores. Então eles põe o bicho vivo em uma panela de água fervente junto com gengibre e cebolas. Depois de uma horas eles retiram, tiram a pele e os órgãos e voltam para a panela com cebola, shoyu e pimentas. Ah, e tudo preparado ali na tua frente. Argh!
Ou em Cambojano: – “kh’nyohm jawng k’uat”






























































































COLETADO DO LINK:
http://zitosloko.blogspot.com/2011/02/sopa-de-morcegos.html

segunda-feira, 25 de julho de 2011

RAROS TIGRES DE SUMATRA SÃO FILMADOS E TENTAM COMER A CÂMERA.


O tigre é o maior felino do mundo e também um dos mais ameaçados. Este vídeo mostra uma tigresa de Sumatra e seus filhotes; o primeiro do gênero capturado na natureza.
Este vídeo feito em Jacarta, na Indonésia, a câmera que havia sido instalada um mês antes pela World Wildlife Foundation (WWF) capturou estas imagens inéditas.
Há apenas 400 destes tigres restantes na natureza e existem alguns fabricantes de papel entre outras empresas, além de madeireiras ilegais, devastando exatamente a área onde vive esta tigresa com seus filhotes. [WWF]
video



domingo, 24 de julho de 2011

GAMES: DOOM 3 (ROE — RESURRECTION OF EVIL) ((UM DOS GAMES MAIS ATERRORIZANTES JÁ FEITOS)))

GENTE, JÁ CONSEGUI ZERAR O DOOM 3, MAS, ESTA EXPANSÃO DO DOOM 3, O ROE, É MUITO DIFÍCIL POW. TODA VEZ DANÇO QUANDO CHEGA NA FASE DO HUNTER 2, RSS. MAS, REALMENTE, É UM GAME DE DAR CALAFRIOS E DE TREMER COM O REALISMO DOS GRÁFICOS. (E OLHA QUE É UM GAME LANÇANDO JÁ A UM BOM TEMPO ATRÁS).

sábado, 23 de julho de 2011

ROCK: DEATH METAL (OBITUARY) — CAUSE OF DEATH

ISSO É UMA MARAVILHA DE SOM. ESCUTA SÓ. PERFEITO. UM DOS MELHORES ÁLBUNS DE ROCK DA MINHA VIDA! SEM MAIS COMENTÁRIOS, PRECISA? (((QUEM CURTE ROCK SABE DISSO)))
VÍDEO DO YOUTUBE NO LINK: http://www.youtube.com/watch?v=EYxd8WxQIsU

ESPAÇO: RÚSSIA LANÇA RADIOTELESCÓPIO ESPACIAL.

Redação do Site Inovação Tecnológica - 18/07/2011

Rússia lança radiotelescópio espacial Spektr-R
A coordenação da antena do Speckt-R com os radiotelescópios terrestres permitirá a construção de um telescópio virtual maior do que a própria Terra.[Imagem: NPO Lavochkin]

Radiotelescópio espacial

A Rússia lançou na madrugada de hoje o radiotelescópio espacial Spectrum-R, ou Spektr-R, resultado de uma colaboração internacional de mais de 20 países.

O principal objetivo da missão Spektr-R será estudar a estrutura e a dinâmica das fontes de rádio, dentro e fora da Via Láctea.

Os cientistas esperam aprender mais sobre alguns dos problemas fundamentais da astrofísica e da cosmologia, incluindo a estrutura das galáxias, formação das estrelas, buracos negros, matéria escura e sobre o espaço interestelar.

Telescópio maior do que a Terra

A colocação de um radiotelescópio no espaço permitirá a criação de um gigantesco telescópio virtual, graças à conjunção da antena no espaço com as antenas dos radiotelescópios terrestres.

Devido aos longos comprimentos de onda das ondas de rádio, os refletores dos radiotelescópios devem ser muito grandes para concentrar as ondas em uma boa resolução. Isto é especialmente importante para identificar fontes ocultas, com emissões muito fracas, nas profundezas do Universo.

Uma rede de formada por radiotelescópios baseados no espaço e na terra poderá funcionar como um coletor gigantesco único, maior do que a própria Terra, chegando a uma clareza de sinais sem precedentes.

Essa super rede será formada com a integração do Spektr-R aos telescópios terrestres na Austrália, Chile, China, Europa, Índia, Japão, Coréia, México, Rússia, África do Sul, Ucrânia e EUA.

Radiotelescópio internacional

O Spektr-R possui uma antena principal de 10 metros, capaz de trabalhar em quatro diferentes faixas de ondas de rádio - o radiotelescópio espacial consegue "ouvir" as fontes cósmicas em duas frequências simultaneamente.

O programa inclui cientistas de mais de 20 países. A Rússia forneceu o satélite, a maioria do hardware on-board, a integração do interferômetro e realizou todos os testes pré-lançamento.

O receptor de 92 centímetros foi construído na Índia, o receptor de 18 cm na Austrália, o receptor 1,35 centímetro na Finlândia e o "relógio" de rubídio na Suíça.



MATÉRIA COLETADA NO LINK:

http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=radiotelescopio-espacial&id=020130110718


sexta-feira, 22 de julho de 2011

THRASH METAL: MEGADETH — LUCRETIA (DA OBRA PRIMA DELES CHAMADA "RUST IN PEACE")

QUE ÁLBUM! QUE ÁLBUM GENTE! ATÉ HOJE ME ARREPIA DE COMO ELE É PERFEITO. NA MINHA OPINIÃO, O MELHOR ÁLBUM DA BANDA.

(((RIFFS DISTORCIDOS COM PERFEIÇÃO)))

video
VÍDEO DO YOUTUBE NO LINK: http://www.youtube.com/watch?v=TmyAvInKhuA

CAVERNAS (CAVES): SALTANDO NUMA DAS MAIORES CAVERNAS DO MUNDO.

LABIRINTO AQUÁTICO

Não se sabe ao certo qual a maior caverna sob o mar. As cavernas do sistema Ox Bel Ha e as do sistema Sac Actun, ambas próximas ao litoral do estado mexicano de Quintana Roo, são candidatas. Você precisa de um belo fôlego para cruzá-las: elas têm entre 150 e 160 quilômetros


FONTE: http://www.manduco.net/apps/forums/topics/show/2598511-a-maior-caverna-do-mundo




video
VÍDEO DO YOUTUBE NO LINK: http://www.youtube.com/watch?v=4jL1SfEZHsk

quinta-feira, 21 de julho de 2011

PRIMEIRÍSSIMA MÃO: A CAPA DO MEU LIVRO (U1) UNIVERSO 1 (CAPA DO LIVRO 1)


A CAPA FOI CRIADA PELO ADRIANO DOS ANJOS, UM ÓTIMO DESENHISTA TAMBÉM PERNAMBUCANO E RECIFENSE. OS EFEITOS NA ILUSTRAÇÃO DO ADRIANO, FORAM PRODUZIDOS POR MIM.


ATENÇÃO: O LIVRO (U1) UNIVERSO 1 (O LIVRO 1 — PRIMEIRO LIVRO DA SAGA) JÁ ESTÁ A VENDA NO CLUBE DE AUTORES.

LINK PARA A PÁGINA DO MEU LIVRO NO CLUBE DE AUTORES (ELE ESTÁ A VENDA LÁ):
(U1) UNIVERSO 1 — A ATERRORIZANTE E SOMBRIA SAGA DOS INOCENTES ENGANADOS PELO MAIOR DE TODOS OS SEGREDOS DA ESCURIDÃO (LIVRO 1)

E O BLOG QUE EU FIZ (NOVÍSSIMO) SÓ PARA ESTE PRIMEIRO LIVRO DA SAGA, ESTÁ AQUI NESTE LINK: http://u1livro1.blogspot.com/. TUDO SOBRE ESTE PRIMEIRO LIVRO DA SAGA ESTARÁ NESTE BLOG DO LIVRO E TAMBÉM POR AQUI NO MEU BLOG.
ESTOU AJUSTANDO TUDO POR LÁ AINDA NO BLOG DO LIVRO, MAS, JÁ ESTÁ FICANDO BELEZA. O LIVRO JÁ FOI REGISTRADO E ANTECIPEI A SUA PUBLICAÇÃO.

(((PREPAREM-SE PARA ENFRENTAR O CAOS!)))


terça-feira, 19 de julho de 2011

POP ROCK: AVRIL LAVIGNE — SMILE (COM LEGENDAS DE TRADUÇÃO EM PORTUGUÊS)


Esse clip aqui é em homenagem a galera pop rock que visita meu blog ok. Vlw.


video
VÍDEO DO YOUTUBE NO LINK: http://www.youtube.com/watch?v=gJA9XoEGf6Q

MISTÉRIOS DO MUNDO: OS "CAGOTS", A RAÇA MALDITA DESAPARECIDA.




Cagots sendo levados por uma milicia na Idade Média.


No século XV apareceu de repente, em França, uma comunidade de seres muito estranhos que foram chamados de Cagots (pessoa banida da sociedade). Até hoje, a sua origem permanece bastante misteriosa… tal como o seu desaparecimento súbito no início do século XX. Este mistério ainda é mais surpreendente, dado que os acontecimentos que vou contar-lhe não aconteceram num local longínquo, mas no centro de um país europeu, entre os mais civilizados do mundo. Os vários enigmas que envolvem estes seres, dotados de uma aparência física e de hábitos estranhos, ainda não deixaram de despertar a curiosidade e de provocar as interrogações.
Quando do seu aparecimento há mais de 500 anos, foram chamados de Cagots, Chrestians, Lyzelars, Gésitains ou Gahets. Na França existe o termo “CABOTIN” que se acredita ser originários de CAGOT, e originando o termo CABOTINO (aquele que nada vale…), em português.
A sua origem étnica permanece ainda hoje um grande mistério. Alguns pensavam que eram descendentes dos Godos, enquanto outros lhes atribuíam uma origem árabe! Um médico alemão que os estudou, o Dr. Kant, declarou que tinham ocabelo preto, olhos cinzentos, as maçãs do rosto proeminentes e a tez escura.
Párias na sociedade
Os Cagots realizavam, na época, um certo número de atividades manuais. Eram carpinteiros, enfeixadores de lenha ou marceneiros. Todas as suas atividades estavam ligadas à madeira.
Esta particularidade viria do fato de que estas atividades lhe teriam sido impostas pelo clero, como recordação de José, pai adotivo de Jesus, que era carpinteiro.
Aliás, desta particularidade viria a denominação oficial de carpinteiros que lhe foi atribuída no século XVII por pressão do Parlamento de Bordéus, para substituir a denominação de «cagot», que foi considerada infamante e discriminatória.
Na verdade, de acordo com alguns historiadores, a denominação de «Cagot» teria origem na expressão grega «cacos», cujo significado é: «maligno», «doentio», ou até «diabólico»!
Na sociedade da Idade Média, formavam um classe de párias, de enjeitados, cujas verdadeiras razões ainda não compreendemos. Eles eram sistematicamente proibidos em todas as assembleias e várias profissões e não tinham uma palavra a dizer na sociedade. Não tinham o direito de se misturarem com a população, nem nos locais públicos, nem nas igrejas, e muito menos de casarem-se com alguém que não pertencesse à sua comunidade!
Marcados com o selo da infâmia
Aliás, os membros do clero, que guardavam registos paroquiais (forma antiga do registo civil atual), eram obrigados a escrever obrigatoriamente «Cagot» ou «Gésitain» a seguir ao apelido.
Depois de terem sido perseguidos numa primeira fase, acabaram por ser tolerados até se aceitar que vivessem não no meio da sociedade, mas à margem.

Jurançon, um dos centros dos "cagots"

Em certas regiões e cidades, como a de Jurançon (França), deviam colocar na porta principal da sua casa uma escultura de homem à sua imagem. Curiosamente, quando os Cagots desapareceram misteriosamente da superfície da Terra, todas estas estátuas se evaporaram com eles.
A imagem dos "cagots" tinha que ser colocada à frente das suas casas




Uma curiosa semelhança com répteis
Esta perseguição tem origem na sua aparência física estranha, muito diferente daquela da população da Idade Média.
Eram muitas vezes comparados a lagartos ou a serpentes. Eram pequenos, carecas, sem orelhas aparentes. Em vez das orelhas, tinham dois buracos auditivos, como os pássaros ou os répteis. Tinham um rosto de cor verde-escuro que parecia dotado de escamas muito finas! Os seus pés e as suas mãos tinham uma membrana interdigital e do seu corpo emanava uma temperatura extremamente elevada!
Eram considerados como pessoas extremamente feias, sendo obrigados a vestirem-se dos pés à cabeça, que muitas vezes estava coberta por um capuz. Os seus pés deviam imperativamente estar calçados. Formavam uma comunidade deliberadamente posta de lado, com a qual não deveria haver contato, como a casta dos intocáveis, na Índia antiga. Deviam colocar no peito um pé de pato seco, pintado de vermelho, ou uma «pédauque» (imagem de uma mulher representada com pés de pato).
Mais do que as imposições informais, estas medidas discriminatórias tomaram a forma de obrigações solenes impostas pelos tribunais, chamados na época «parlamentos».
Provas incontestáveis da sua existência
A sua existência é atestada em particular, graças a um estudo médico e clínico efetuado pelo famoso médico Ambroise Paré (1509 – 1590), considerado como o pai da cirurgia moderna e científica de renome.
O médico francês Ambroise Paré

Ele tinha constatado particularmente as consequências surpreendentes da sua temperatura corporal elevada. Declarou que uma maçã mantida na mão de um destes seres tomava nalguns minutos a aparência enrugada e seca de uma maçã muito madura, com mais de oito dias!
Ambroise Paré escreveu também que uma sangria (tratamento corrente que consistia em tirar sangue, utilizado na Idade Média como remédio universal para as doenças) tinha provado que estes seres tinham, em vez do sangue, um líquido gasoso e fervilhante de uma cor azul esverdeada!
Apesar do seu estatuto de pária na sociedade da época, parece que os Cagots conseguiram atingir um nível de vida elevado, graças a um talento notável para os negócios, tal como atestam antigos arquivos notariais que registaram os bens deixados pelos Cagots falecidos.
Eram hermafroditas?
Outro mistério diz respeito à sua reprodução, pois tiveram descendentes durante gerações, apesar do fato de não terem o direito de casar-se ou de ter relações sexuais com os outros habitantes. Dizia-se que eram bissexuados e capazes de mudar de sexo tal como os caracóis, que são hermafroditas… e que também têm o sangue azul esverdeado! Pensa-se até que a denominação de «Cagot» viria desta semelhança.
Eles desaparecem como apareceram
O seu desaparecimento é um mistério muito perturbador, até porque viveram em França até ao início do século XX! Desde essa época, perdemos todos os vestígios deles, como se tivessem sido apagados da memória coletiva! Muitos investigadores pensam até que os denominados «Cagots» eram extraterrestres que vieram estudar a raça humana!
Fonte: Artigo “Os últimos intocáveis da Europa” (por Sean Thomas – USA)/ Jorge Poggi

MATÉRIA COLETADA NO LINK: